Otimizi

Feng Shui

Feng Shui

Feng Shui

O nome Feng Shui é de Origem Chinesa que em tradução livre significa vento e água.

O Feng Shui é uma ciência chinesa construída sobre os mesmos fundamentos da acupuntura e da medicina oriental e vai muito além da arte de realocar objetos para aumentar o fluxo positivo das energias do ambiente, possibilitando o fluxo correto da energia vital chamada Ch’i (

Através do Feng Shui nós aprendemos como funcionam estes fenômenos energéticos e também como podemos aplicar esse conhecimento para obter resultados extraordinários na vida.

Ele também faz uso de alguns objetos e de recursos arquitetônicos para atrair e regular o ch’i, assim como para evitar o sha.

O Feng Shui é uma corrente de pensamento analítico com tradição de mais de 4.000 anos. Os mestres chineses que estrutura, teriam percebido que cada área natural, terreno ou edificação será dotada de sua própria vibração influenciada pela presença do Ch’i (chamado em chinês de Gi), e estaria sujeita às várias influências do ambiente que a circunda.

Essa técnica é utilizada ao redor do mundo por milhões de pessoas para muitas finalidades, como:

Equilíbrio e Harmonia – Que é encontrar os seus pontos fortes – as áreas do seu ambiente em que o feng shui será mais eficaz para seus planos e objetivos e potencializar essas áreas.

Energias Renovadas – Que é trazer uma energia renovada para dentro do ambiente ao posicionar objetos, mudar cores, introduzir elementos, alterar posições e outros fundamentos.

Fortuna e Boa Sorte – Que é melhorar suas finanças, aprimorar sua criatividade e eliminar o stress, atrais romances e boas oportunidades ao aplicar elementos para ativar setores de um ambiente sem abrir mão do seu próprio estilo e bom gosto.

Criatividade – Que é aprender a criar ambientes que inspiram criatividade e produtividade para abordar os problemas com mais facilidade e equilíbrio.

Foco– Que é ter mais consciências de si e do que está tentando fazer e mais facilidade para manter o foco e a organização.

Relaxamento- Em ambientes luminosos nos sentimos rejuvenescidos e relaxamos com mais facilidade.

Corpo e mente-  Que é viver em um ambiente equilibrado através do feng shui, é dar um verdadeiro presente ao seu corpo e sua mente.

 

De acordo com o feng shui, o novo ambiente conta uma história. Então, se mudarmos os elementos deste ambiente de forma correta, podemos mudar a nossa história de forma positiva.

Em ambientes pequenos, é indicado cores claras, cortinas e espelhos, que ampliam o ambiente.

Procure utilizar o mesmo piso no máximo de cômodos, evite muitos móveis e objetos de decoração misturados e próximos um ao outro.

Na sala é interessante ter parede de cor diferente, ali você pode usar sua criatividade.

A casa deve ter iluminação natural, que deve ser o primeiro fator a se considerar na busca dessa harmonia enérgica, ou seja, é preciso conferir a localização do terreno e as construções vizinhas, para que nada atrapalhe a passagem do sol.

É interessante fazer uma limpeza energética no local que pode ser realizada com ervas, flores, plantas e incenso pelo morador ou por um profissional indicado, essa ação irá proporcionar a saída de energias antigas e entrada renovada de vibrações que virão com o novo morador.

Equilíbrio entre: cores, tamanhos, iluminação e ocupação de espaços livres nos cômodos.

Abaixo, algumas dicas:

Para a entrada da casa: importante que seja permitida uma boa circulação dos moradores, sem nenhum objeto atrapalhando o caminho. A porta, por exemplo, precisa estar em perfeitas condições de uso, sem móveis ou objetos que impeçam o movimento de abrir e fechar. Para causar uma boa impressão logo na entrada, um tapete de boas-vindas e objetos bonitos de decoração podem transmitir a sensação de aconchego e simpatia para quem chega.

Para a sala de estar: este é o local onde recebemos amigos e desfrutamos a convivência. Por isso, a disposição dos móveis precisa dar a sensação de acolhimento, com sofá e poltronas distribuídos de modo que todos possam se ver e se comunicar facilmente. Sendo assim, evite colocar o sofá com as costas voltadas para a porta de entrada, por exemplo. Se houver uma mesa de centro, cuide para que ela não restrinja o fluxo de passagem dos convidados e moradores no dia a dia.

No dormitório: é no quarto onde passamos a maior parte do nosso tempo, portanto, garantimos a qualidade desse tempo mantendo o ambiente com a sensação de tranquilidade. Para isso, escolha cores mais claras, que podem acalmar, como os tons pastéis, por exemplo, e ainda evite deixar objetos de trabalho por perto, pois podem direcionar para atividades contrárias ao descanso e relaxamento.

Na cozinha: organização e limpeza são fundamentais nesse local, onde a saúde e a abundância são representadas pelos alimentos condicionados e servidos, e pelo cuidado com as comidas escolhidas, que garantem a saúde e o vigor físico e mental para um dia com uma excelente energia. As cores laranja e amarelo na decoração podem estimular a área da nutrição, enquanto o verde estimula o consumo dos alimentos mais naturais, fundamentais para nossa saúde e bem-estar.

No banheiro: atenção redobrada com eventuais vazamentos de água, manter a tampa do vaso sempre fechada, assim como os ralos e a porta. Na decoração, podem ser usadas algumas plantas ou mini vasos de flor que não necessitem de luz solar, se for o caso. Boa limpeza e aromas podem trazer uma energia mais agradável nesse local.

Quintal ou varanda: cuide para que tenha espaço destinado ao que deseja nesses locais, impedindo guardar coisas que nunca são usadas. Se houver a lata de lixo, mantenha-a fechada e distante de qualquer porta de acesso à casa. Se tiver um bom espaço, use nele plantas, mini horta e ainda árvores frutíferas, que estimulam a prosperidade.

 

Dicas para organizar as gavetas:

Feng Shui

– Primeiro reduza os itens: verifique o que realmente tem uso e descarte ou recicle o que não for necessário ou útil;

– Nas primeiras gavetas de um móvel, coloque os itens mais usados;

– No fundo das gavetas, coloque as coisas menos usadas;

– Se preferir, rotule os temas nas gavetas com etiquetas, guardando os objetos de acordo com cada segmento (ferramentas ou itens de costura, por exemplo);

– Pequenas caixas e divisórias são indicadas para guardar objetos menores;

– Objetos cortantes ou pontiagudos devem ficar fechados em caixas para não causar acidentes;

– Organize os itens por cores (funciona bem para roupas);

– Distribua cada objeto de acordo com sua função/utilidade (por exemplo: materiais de escritório);

– Verifique a data de validade de remédios, alimentos, cosméticos e produtos de limpeza, e descarte adequadamente os produtos vencidos;

– Não use as gavetas para esconder bagunças.

 

 

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.