Otimizi

Bambu, um material renovável.

Bambu um material renovável

Bambu, um material renovável.

Já é sabido por estudiosos da área ambiental e profissional que buscam alternativas às opções de materiais existentes no mercado, que o Bambu, um material renovável já se mostrou ser uma solução viável para a construção civil. Isso, devido a sua resistência e flexibilidade, e pelo baixo impacto gerado em ser cultivo. Mas por que ainda não estamos substituindo materiais oriundos de fontes finitas pelo bambu?

É uma matéria prima abundante, renovável e extremamente resistente, o material tem um enorme potencial par ase tornar no futuro um substituto para o aço.

Se torna uma ótima alternativa para os países em desenvolvimento, segundo o artigo publicado pelo site ArchDaily, que possuem uma demanda maior por concreto reforçado com aço, mas nem sempre possuem condições de fabricar em quantidade satisfatória esses materiais e atender a demanda.

Devido a sua estrutura oca e tubular que evoluiu ao longo de milênios para resistir à intempéries naturais.

Possui fácil colheita e transporte, o que torna economicamente mais viável, já que sua extração é bem menos impactante do que a do metal, também se torna muito mais sustentável.

Por conta do seu ciclo de crescimento rápido e facilidade para crescer em diversos tipos de ambientes, o material pode ser considerado extremamente barato.

A plantação de bambu requer existência de grama para absorver grandes quantidades de Co2, o que significa que seu cultivo como material de construção contribuirá combatendo as mudanças climáticas.

Apesar dos benefícios citados é importante muito trabalho e pesquisa para superar algumas limitações do material, como a contração e expansão causadas por mudanças de temperatura e absorção de água, além da degradação que pode ser gerada por fatores biológicos.

Quando comparados os valores médios de resistência à tração do bambu sobre o próprio peso ele revela o aço verde da construção.

O bambu possui características muito parecidas com o aço. Sua resistência às forças de compressão e tração é muito alta, podendo ser usado se devidamente calculado simultaneamente, para esses dois reforços.

São características das estruturas em bambu:

– Leveza – seu peso é bem menor se comparado ao de outros materiais;
– Resistência – aos esforços de tração, flexão e compressão;
– Durabilidade – quando bem tratada, uma edificação em bambu pode durar por até três décadas;
– Economia – o emprego desse material pode representar uma diminuição de até um terço do valor total de um projeto, principalmente quanto à questão do seu transporte até o local da obra;
– Eco friendly – a extração do bambu é menos danosa ao meio ambiente; além disso, o material ajuda a prevenir erosões e regular as águas subterrâneas, é biodegradável, renovável e não poluente.

Esperamos ver o bambu sendo utilizado de maneira recorrente e variada na Arquitetura.

Vamos otimizar?!!
Contato: 4003- 4742 ou 0800 591 6006
Sac: sac@otimizi.com

 

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.